Google Translate

Google Connect

As Mais Acessadas

domingo, 31 de julho de 2011

À Musa Ardente do Sofá da Sofreguidão

Publicações oriundas da Rede Brasil Poesias Músicas e Rede Social em face da impossibilidade de publicações destes posts "sensuais", na Rede Brasil e Associadas face vedação dos Termos de Serviço do Google Adsense.

Site Mantenedor Amor & Poesias Messenger Love & Passion of Lustato Tenterrara

À Musa Ardente do Sofá da Sofreguidão
(Lustato Tenterrara)

E voa mesmo...
Nos ares, nas núvens, nos céus, ao vento, ao léo...
Tão bom voar ao léo...

Parece assim, uma sofreguidão de desejos ardentes
ao dente,
feito frutos do mar ao alho e óleo
ou ao molho de maresia...

Parece um desejo de dizer sim
de dizer tudo
de tudo pensar
sem precisar desdizer...

Porque o desejo existe...
E por que existe o desejo, eu posso dizer: Desejo-te, minha louca, varrida, mulher, amante dos desejos meus!
(Lustato Tenterrara)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog com imagens e figuras de linguagem XXX ADULTO

Ocorreu um erro neste gadget